Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Fracasso

8 de setembro de 2020

Neste Dia Internacional da Alfabetização, temos muitos

motivos para preocupação.

Dados do IBGE mostram que no Piauí 41% das pessoas com 60 anos ou mais são analfabetas.

O Piauí tem a segunda maior taxa de analfabetismo entre idosos do país. No Brasil, são 18%.

O levantamento também aponta diferença na proporção de idosos analfabetos de acordo com a cor ou raça. Entre as pessoas de cor ou raça branca com 60 anos ou mais no Piauí, 31% são analfabetas. Já entre os idosos de cor ou raça preta ou parda, o percentual é de 43%.

No Piauí, as pessoas com 60 anos ou mais de idade possuem 4,2 anos de estudo em média. Entre aqueles com 25 anos ou mais de idade, a média chega a 7,6 anos. Considerando as pessoas com 15 anos ou mais de idade, a média quase dobra em relação à população idosa, alcançando 8,1 anos de estudo.

A média de anos de estudo para as pessoas com 25 anos ou mais de idade, ou seja, aquelas que já poderiam ter concluído o processo de educação formal, tem o segundo menor índice do país no Piauí, com 7,6%, juntamente com o Maranhão. Neste quadro somente Alagoas teve média de anos de estudo menor que o Piauí entre as pessoas com 25 anos de idade ou mais.

A média de anos de estudo também varia conforme a cor ou raça no Piauí. Entre as pessoas de cor ou raça branca, o número médio é de 9,1 anos de estudo. Já entre os de cor ou raça preta ou parda, a média fica em 8 anos de estudo.

No Piauí, a taxa de analfabetismo a partir dos 15 anos de idade é de 16%. O estado possui a terceira maior taxa de analfabetismo entre as pessoas com pelo menos 15 anos. Estamos empatados com a Paraíba e atrás apenas de Alagoas.

O índice de 16% alcançado pelo Piauí é mais do que o dobro verificado para o Brasil, que foi de 7% em 2019.

Os números mostram claramente que continuamos na vice lanterna brasileira quando se trata de analfabetismo.

Infelizmente a educação piauiense não merece elogios. Os números, as estatísticas não permitem.

Para quem sempre defende igualdade entre raça e cor  como explicar, depois de tanto tempo, esse imenso fosso a separar brancos e negros no Piauí?

Por que nunca conseguimos avançar? Incompetência ou descaso?

Com a palavra o gestor!

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM