Lei seca made in Piauí

26 de outubro de 2020

Não sei ainda o que aconteceu neste fim de semana de lei seca. Mas espero sinceramente que os resultados sejam realmente positivos.

Na verdade o Piauí consegue sair de uma condição dramática para uma situação hilária num piscar de olhos.

E como consegue.

Ninguém pode negar a gravidade e os riscos do coronavírus; ninguém pode negar que algo tem que ser feito.

Mas há uma diferença muito grande entre a obrigação de fazer e o fazer de qualquer jeito.

O fazer tem que ter um rumo, um norte, uma direção.

A Lei seca, como anunciada pelo governo estadual, pareceu mais uma lambança.

Pareceu muito mais aquela história que ouvíamos quando crianças, de que palavra de rei não volta atrás.

Pressionado por empresários e humildes trabalhadores da noite, o governo não recuou. Decretou a lei seca.

Mas o que é a lei seca?

Lei seca é uma denominação dada a proibição oficial a fabricação, varejo, comercialização, transporte, importação e exportação de bebidas alcoólicas.

A pergunta que todos fazem é:

Alguém deixou de fabricar bebidas alcoólicas no Piauí?

Alguém deixou de vender bebidas alcoólicas no Piauí durante a vigência da lei seca?

Alguém deixou de beber bebida alcoólica no Piauí no fim de semana?

Bares e restaurantes foram fechados?

Certamente que não.

Quem fabrica continuou fabricando, quem vende continuou vendendo e quem bebe continuou bebendo.

E ninguém transgrediu a lei, como os desavisados podem imaginar.

Todo mundo vendeu e bebeu dentro da lei.

A lei seca no Piauí é uma coisa realmente diferente. Só mexeu mesmo com o pé inchado, aquele que compra o seu Corote e vai beber na calçada.

Beber na calçada é crime, é uma afronta a lei. É crime sujeito a ser rebocado pela polícia.

A lei seca do Piauí permite que você beba a vontade, menos na calçada do boteco de ponta de rua. Aí não pode!

Mas você pode beber no bar, você pode beber no restaurante, pode beber na churrascaria.

Tudo isso se você estiver sentadinho. Você pode levar até os amigos para a sua mesa. Desde que todos estejam sentados.

Sentou, pode beber a vontade. Em pé não pode. Se alguém beber em pé – acredito eu – a pena será de isolamento perpétuo.

Como diria Ibrahim Sued, Sorry periferia!

No Piauí, lei seca é beber sentado!

 

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM