Ex-tenente do Exército não via poder provar que é doido varrido

24 de junho de 2019

Não colou.

O juiz Antônio Noleto, da 1ª Vara do Crime de Teresina, negou o pedido de exame mental no ex-tenente Silva Neto.

Ele matou sua namorada Iarla Lima a tiros e agora quer ser doido varrido.

Mas vai acabar mesmo é no tribunal popular do júri.

 

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM