Banner de Aniversário

Mais valorização aos nossos policiais penais, eles merecem

1 de novembro de 2021

Pouco mais de 20 agentes penais conseguiram agir a tempo de evitar um massacre dentro da Penitenciária José Ribamar Leite, em Teresina. No último sábado, dia 30, 15 detentos promoveram uma briga generalizada, no pavilhão “E”, durante o banho de sol.

Como destacou o Sinpoljuspi, faccionados do PCC (Primeiro Comando da Capital) e PCM (Primeiro Comando de Campo Maior) entraram em atrito por volta das 9h30 da manhã, quando detentos das celas de 11 a 20 que estavam no horário de lazer, armados com barras de ferro retiradas da estrutura física do estabelecimento, quebraram os cadeados de algumas celas entre 1 a 10 e retiram o corpo de um detento já sem vida da cela 6 e no pátio, com seu sangue, picharam na parede a sigla da facção criminosa PCC.

O contingente policial, na maioria das penitenciárias do estado, é bem inferior à população carcerária, mas a força de vontade dos que estão na labuta representando a categoria é gigantesca. Vale a pena uma maior valorização da categoria, eim, governador? A Polícia Penal (PP) foi reconhecida pela Constituição Federal através da Emenda 104/19. Pelas bandas de cá, no entanto, o executivo ainda não regulamentou a carreira nem mesmo a nomenclatura fora atualizada.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM