Banner de Aniversário

PIAUÍ

OAB protocola representação na Corregedoria da PM-PI contra sargento que teria ofendido um advogado em Luzilândia 

O advogado ainda relatou que foi impedido de falar com o seu cliente

Publicado por: Wanderson Camêlo 24/02/2023, 09:55

Representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, estiveram presentes no Comando-Geral e na Corregedoria da Polícia Militar do Piauí (PM-PI) protocolando uma representação em favor do advogado Acelino Junior. Ele afirma que sofreu violação de prerrogativas durante exercício profissional na delegacia da cidade de Luzilândia, região norte do estado.

O advogado Acelino Júnior afirma ter sido ofendido por sargento e impedido de falar com cliente (Foto: Reprodução/Rede social)

O advogado relatou que foi impedido de falar com o seu cliente e que em seguida foi surpreendido com palavras de baixo calão proferidas por um sargento (que não teve a identidade revelada) da Polícia Militar. 

A denúncia foi apresentada à Corregedoria da PM-PI nesta quinta-feira (23).

O presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas da OAB-PI, Albelar Prado, repudiou a ação. 

“A Comissão está acompanhando o caso. Viemos até a Corregedoria da PM-PI para protocolar uma representação contra o sargento da Polícia Militar de Luzilândia que impediu o Advogado, Acelino Junior, de exercer sua função, além de proferir tons pejorativos contra o profissional. A Comissão ainda solicitou providências por parte da Corregedoria”, frisou Albelar. 

O Art. 7 do Estatuto dos Advogados da Ordem dos Advogados do Brasil estabelece que é direito do advogado comunicar-se com seu cliente, pessoal e reservadamente, mesmo sem procuração, quando estes se acharem presos, detidos ou recolhidos em estabelecimentos civis ou militares, ainda que considerados incomunicáveis.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM