Polícia

IFPI e Uespi abrem sindicância para apurar estupro coletivo de estudante

A direção do campus do IFPI em Corrente abriu sindicância para apurar um estupro coletivo a uma das estudantes do instituto. O fato aconteceu durante […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 24/05/2019, 11:27

A direção do campus do IFPI em Corrente abriu sindicância para apurar um estupro coletivo a uma das estudantes do instituto. O fato aconteceu durante uma viagem técnica de alunos do IFPI e da Uespi para Tocantins. Uma adolescente, de 17 anos, foi dopada e abusada por três estudantes, sendo um do IFPI e dois da Uespi.

Após sofrer os abusos, a adolescente teria relatado a violência sexual. Os professores, ao saber do ocorrido, informaram o fato aos pais da garota. Ela pediu para não registrar o acontecimento na polícia, alegando o constrangimento. Mas os fatos estão sendo apurados pela instituição.

Direção do campus do IFPI em Corrente investiga o caso para apontar as responsabilidades

E com a nova lei 13718/18, todos os crimes contra a liberdade sexual passarão a ser denunciados por ação penal pública incondicionada. Isso significa, na prática, que a ação contra crimes como estupro e assédio sexual não dependerão mais da vontade da vítima para ocorrer.

O IFPI, em nota, comunicou que o processo está em apuração com depoimentos de testemunhas, dos acusados e da vítima. A Uespi no campus de Corrente também foi comunicada por meio de ofício.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM