Polícia

Juiz converte prisão de homem que bateu na mãe e matou o cunhado

O juiz da Comarca de Miguel Alves, Sérgio Roberto Marinho Fortes do Rêgo,  converteu a prisão em flagrante de Bruno Fernandes de Araújo em preventiva. […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 26/06/2019, 08:35

O juiz da Comarca de Miguel Alves, Sérgio Roberto Marinho Fortes do Rêgo,  converteu a prisão em flagrante de Bruno Fernandes de Araújo em preventiva. Bruno matou o cunhado, José Paulo da Silva, de 60 anos, por defender a sogra, a mãe de Bruno que estava sendo agredida.

O juiz frisou que a prisão preventiva de Bruno é necessária em virtude da gravidade do crime realizado, envolvendo agressão e homicídio contra seus parentes dentro da residência. Com isso a prisão preventiva foi decidida para a tranquilidade social.

“Por sua vez, a gravidade do caso, por envolver agressão e homicídio contra parentes próximos dentro da residência de uma das potenciais vítimas, aliado ás circunstâncias locais, eis que praticada em uma pequena e pacata cidade do interior do Piauí, desacostumada com esse tipo de selvageria, já é suficiente para a imposição da prisão preventiva ante a necessidade de se acautelar a paz e a tranquilidade social”, destacou o juiz Sergio Roberto Marinho.

A Polícia Militar de União prendeu Bruno Fernandes acusado de matar o cunhado identificado como José Paulo com várias facadas no município de Miguel Alves. Segundo informações da polícia, Bruno estava agredindo a mãe que os dois braços fraturados.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM