Polícia

GAECO desmonta organização que desviava dinheiro público no interior

Os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão em cinco cidades no interior do Estado

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 16/12/2020, 14:03

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPPI) deflagrou a  “Operação Queda do Império”, que investiga uma organização criminosa suspeita da prática de lavagem de dinheiro, fraude a licitações e desvio de recursos públicos em várias cidades do Estado do Piauí. Estão sendo cumpridos 8  mandados de busca e apreensão nas cidades: Avelino Lopes, Redenção do Gurgueia, Curimatá, Capitão Gervásio Oliveira e Flores do Piauí.

Agentes fizeram busca e apreensão em várias cidades do Centro Sul do Estado

De acordo com o MPPI, o esquema criminoso é formado por agentes públicos e empresários, que se utilizam de uma construtora de fachada, sem qualquer capacidade operacional, para forjar prestação de serviços públicos contratados após várias licitações fraudulentas. Os valores ainda estão sendo auditados, mas o montante de recursos públicos que teriam sido desviados já passa de R$ 1,2 milhão.

Segundo as informações, foram realizadas transferências de recursos públicos municipais para a empresa sem que houvesse a prestação do serviço contratado. Depois disso, os recursos públicos foram repassados para diversas contas bancárias para dificultar a identificação e a recuperação dos valores.

O GAECO investigou a atuação de construtoras de fachada junto às prefeituras

A Operação “Queda do Império” conta com o auxílio da Polícia Civil e da Polícia Militar para o cumprimento dos mandados de busca e apreensão.

Fonte: Ascom MPPI

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM