Política

Mainha não quer mais cargo no Governo

O suplente de deputado federal José de Andrade Maia Filho, o Mainha,  disse que não pretende mais assumir nenhum cargo no Governo do Estado. Ele […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 07/05/2019, 13:40

O suplente de deputado federal José de Andrade Maia Filho, o Mainha,  disse que não pretende mais assumir nenhum cargo no Governo do Estado. Ele disse que não está brigando por cargos e nem batendo de porta em porta a procura de emprego. Mainha, durante entrevista à Teresina FM 91,9, informou que pretende estudar e trabalhar na iniciativa privada.

Ele disse que estranhou o governador Wellington Dias o chamou dizendo que lhe queria na equipe e depois foi protelado, vetado. Segundo Mainha, é natural que suplentes sejam convidados, prestigiados pelos dirigentes para a equipe. É uma espécie de prestigio politico e uma das regras da boa política.

O suplente de deputado federal Mainha disse que vai cuidar de sua vida pessoal

Mas o ex-deputado disse que está tranquilo e com o sentimento de grandeza. “Eu tenho dignidade e não estou brigando por cargo. E não aceitamos a consolação. Estou à vontade. E preferi ficar sem cargo. O prestigio da pessoa não é pelo cargo, é pelo nome. Prefiro manter minha reputação”, acrescentou.

Mainha confirmou que lhe foi oferecido a Agencia Reguladora de Serviços Públicos (Agresp) ou a Companhia Metropolitana, que deve receber R$ 200 milhões do dinheiro dos empréstimos para realizar obras. Há ainda a especulação que Mainha poderia ser o secretário de Esporte e Lazer em substituição ao deputado Júlio Arcoverde. Ele negou.

Assim como, disse que não sabe se vão convocar deputados federais para a equipe. Houve uma informação do Karnak, que até  final do ano dois parlamentares federais seriam convocados para a integrar a equipe de Wellington Dias.

“Eu vou cuidar da minha vida pessoal. Vou estudar Ciências Jurídicas e trabalhar sem participar de cargo público”, adiantou Mainha em entrevista a Teresina FM 91,9.

Por outro lado, Mainha considera que as relações entre Progressistas e Petistas não são as mesmas desde que o senador Ciro Nogueira passou a dizer publicamente que o PP terá candidato próprio a governador em 2022.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM