Política

Projeto garante prioridade de moradia a mulheres vítimas de violência

A cota mínima de moradias destinadas a essas mulheres deverá ser de 10%.

Publicado por: Wanderson Camêlo 18/06/2019, 17:32

Deputada Lucy Soares – Foto: Reprodução/Ascom

O Projeto de Lei apresentado pela deputada estadual Lucy Soares (PP), na Assembleia Legislativa, estabelece que mulheres vítimas de violência doméstica e familiar tenham prioridade em programas habitacionais de interesse social instituídos pelo Estado do Piauí. A cota mínima de moradias destinadas a essas mulheres deverá ser de 10%.

Após lido em sessão plenária na Assembleia, o texto do Projeto de Lei foi encaminhado para análise das comissões técnicas da Alepi. De acordo com a deputada Lucy Soares, atualmente um dos principais obstáculos para que mulheres vítimas de violência abandonem relacionamentos abusivos é a dependência financeira em relação aos seus parceiros, incluindo, a moradia e o sustento dos seus filhos.

“Em muitos casos, a mulher agredida chega a sair de casa, recebe abrigo de amigos e familiares, mas sem opções de onde morar a longo prazo e condições financeiras para adquirir uma nova residência, ela acaba retornando para junto de seus agressores. Foi pensando nessas mulheres que o Projeto de Lei foi criado e espera por aprovação”, diz.

Contudo, para solicitar a participação nos programas habitacionais, será necessário atender a alguns critérios, como por exemplo, a situação de violência doméstica e familiar deverá ser comprovada mediante apresentação obrigatória dos seguintes documentos: comprovante da instauração de ação penal contra o agressor ou cópia da medida protetiva decretada por autoridades competentes.

Além disso, a solicitante deverá apresentar relatório de acompanhamento elaborado pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS); Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) ou outro órgão de referência no atendimento à mulher vítima de violência doméstica e familiar.

Por Luciano Coelho/ Júnior Medeiros

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM