Política

Uso de meios errados compromete o processo, diz advogado

“Justiça feita nos moldes errados não é Justiça. Tem que obedecer ao devido processo legal”, declarou o advogado constitucionalista Ennio Cavalcante falando à Teresina FM […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 19/06/2019, 08:54

“Justiça feita nos moldes errados não é Justiça. Tem que obedecer ao devido processo legal”, declarou o advogado constitucionalista Ennio Cavalcante falando à Teresina FM 91,9 sobre a discussão que envolve o ex-juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallangnol.

As conversas entre os dois vazadas pelo site The Intercept  também foram colhidas de forma errada e não são utilizadas como prova. A Justiça não pode ser feita de qualquer jeito, tem que obedecer ao que diz a lei, frisou o advogado.

Advogado constitucionalista Ennio Cavalcante diz que o processo legal deve ser obedecido

Ennio Cavalcante concorda que a polêmica foi politizada. Ele disse que preferir dar argumentos de forma isenta para que as pessoas possam ter uma visão mais isenta. Uma questão abordada foi a parcialidade do magistrado para julgar o processo. “Precisa ser um processo hígido e dentro da conduta do que determina a legislação como a Lei da Magistratura, do Código do Processo Penal e da Constituição Federal”, comentou.

Ennio Cavalcante esteve nos estúdios da Teresina FM 91,9

“Quem está preso vai procurar falhas processuais para tentar anular o processo e conseguir a sua liberdade”, assinalou dizendo ainda que não se pode utilizar os meios errados para concluir as certas, atrapalha o processo todo.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM