Banner de Aniversário

Política

Parcelamento de dívida da previdência gera confusão na Câmara de Valença

Uma proposta de parcelamento do Fundo de Previdência dos servidores da Prefeitura de Valença terminou confusão e tumulto na Câmara Municipal ontem (27).  A Prefeitura […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 28/08/2019, 08:47

Uma proposta de parcelamento do Fundo de Previdência dos servidores da Prefeitura de Valença terminou confusão e tumulto na Câmara Municipal ontem (27).  A Prefeitura quer negociar a dívida previdenciária de mais de R$ 1 milhão em cinco anos.

Alguns vereadores de oposição tentaram esvaziar a sessão para não ter quórum para votação. A Prefeitura quer que a Câmara autorize um acordo para parcelar o pagamento da dívida previdenciária do município em 60 meses.

Câmara Municipal de Valença foi o palco da confusão que foi parar na polícia

No início da sessão um servidor foi até a bancada da mesa diretora e derrubou os papéis. Ele foi contido por um segurança, mas houve outras manifestações, inclusive rasgaram os papéis. O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Valença, Carlos Vagner,  foi acusado de tumulto na Câmara com boletim de ocorrência registrado na Polícia.

A confusão começou quando o Tribunal de Contas e o Ministério Público exigiram da Prefeitura um termo de compromisso para a capitalização do fundo de previdência. O município tem um rombo previdenciário.

A preocupação é com o pagamento da folha dos aposentados. Segundo as denúncias feitas à Câmara, estão sendo descontados 13% dos salários dos servidores, mas os valores não são repassados ao fundo de previdência.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM