Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Política

Depois de manifestar apoio a Fábio Abreu, vereador Deolindo Moura recua

De acordo com o parlamentar, a afirmação foi um equívoco

Publicado por: Wanderson Camêlo 23/10/2020, 14:41

Por Wanderson Camêlo

Depois de manifestar, publicamente, apoio ao candidato do PL à prefeitura de Teresina, o vereador Deolindo Moura (PT) recuou. Os dois estiveram juntos em uma reunião política que aconteceu nesta semana, oportunidade em que o parlamentar disse que “ainda não é a hora do candidato petista”, fazendo referência a Fábio Novo.

“É notório. Só temos uma escolha real que possa trazer a verdadeira mudança para os teresinenses. Sigo eu, e toda essa gente com Fábio Abreu por ter a convicção que ainda não é a hora do candidato petista, por acreditar que a atual gestão representa o atraso e que aquele que se diz estar na frente não tem um temperamento ideal para gerir nossa cidade. Por tudo isso somos Fábio Abreu”, discursou o vereador.

Vereador Deolindo Moura em pronunciamento durante sessão plenária da Câmara de Teresina (Foto: reprodução/arquivo pessoal)

Fábio Abreu, também na ocasião, elogiou a manifestação. “São muitas as manifestações que nos enchem de força e coragem para seguir levando as melhores propostas para nossa cidade”, agradeceu.

As duas declarações foram repassadas pela própria assessoria do candidato, que, depois da repercussão negativa do fato em veículos de imprensa locais, resolveu voltar atrás sobre o release jornalístico que divulgou dando conta do acordo entre as duas partes: “Foi apenas uma reunião de lideranças que apoiam Fabio Abreu e o vereador Deolindo Moura (PT)”.

“Aproveitamos para externar nossos pedidos de desculpas aos colegas jornalistas e reiteramos o nosso compromisso com a informação verdadeira e correta”, acrescentou a assessoria de Fábio Abreu.

O deputado federal, e pré-candidato a prefeito de Teresina, Fábio Abreu (Foto: reprodução/Facebook)

Deolindo Moura, em entrevista à Teresina FM, garantiu que houve um equívoco. Ele explicou que esteve no evento a convite do deputado estadual Dr. Hélio, também do PL.

“Eu não posso deixar de receber o apoio desses líderes. Estou falando de mais de 400 líderes que estavam naquela reunião e que estavam declarando apoio a mim e ao deputado Fábio Abreu. Eu apoiei o Dr. Hélio para deputado estadual e ele juntou um grupo de lideranças para me apoiar, foi isso”, se defendeu o petista.

Mais polêmica

No PT há mais polêmica relacionada a apoio de integrantes do partido a candidatos de outras legendas. O deputado estadual Franzé Silva, por exemplo, já declarou adesão à candidatura do vereador Joaquim do Arroz (MDB), postulante à reeleição.

O secretário de Administração do Piauí, Franzé Silva (Foto: divulgação)

Além de reafirmar o acordo, Franzé revelou que o vereador tem interesse em migrar para o PT depois das eleições. “Temos o compromisso de, futuramente, continuarmos com esse diálogo e há a possibilidade dele vir a se filiar ao nosso partido. Temos um trabalho em Teresina muito intenso, ele me buscou, querendo meu apoio e firmar uma parceria futura para poder ter aí a sua entrada no Partido dos Trabalhadores no futuro”, garantiu.

Flora Izabel, outra petista que ocupa cadeira no parlamento piauiense, reforça a campanha do filho, o vereador Venâncio Cardoso, do PSDB. Não conseguimos contato com a parlamentar para tratarmos sobre o assunto.

Outros partidos

Durante a campanha eleitoral, houve a repercussão de outros supostos casos de infidelidade. No PTB, sigla que apoia a chapa de Fábio Abreu, a candidata a vereadora Rita Macedo desmentiu que esteja apoiando Doutor Pessoa, postulante à prefeitura de Teresina pelo MDB. O próprio candidato fez a afirmação.

O também candidato a vereador, pelo PSD, Jùnior Macêdo apareceu em evento político, neste mês de outubro, ao lado do prefeito Firmino Filho (PSDB). O tucano, em entrevista à Teresina FM, pediu voto ao integrante da oposição na oportunidade.

Firmino Filho durante reunião política no Povoado Soinho, zona Rural Leste de Teresina, que contou com a presença de Júnior Macêdo (Foto: Wanderson Camêlo/Teresina FM)

Júnior despistou dizendo que compareceu ao evento a convite de uma liderança política.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM