Política

MPF pede que Wellington Dias não envie vacinas ao Amazonas

Wellington Dias declarou na quinta-feira (22), que 5% das próximas doses da Coronavac e da primeira leva da vacina Astrazeneca de todos os estados serão destinadas para o Estado do Amazonas

Publicado por: Lilian Oliveira 25/01/2021, 17:56

O Ministério Público Federal (MPF-PI), através da Procuradoria Regional dos Direitos dos Cidadãos, recomendou que o governador Wellington Dias (PT) se abstenha de enviar vacinas que são destinadas à população do estado do Piauí para qualquer outro estado brasileiro.

O motivo da iniciativa se deve ao fato de Wellington Dias, enquanto presidente do Consórcio Nordeste e membro do Fórum dos Governadores do Brasil, declarar na quinta-feira (22) que 5% das próximas doses da CoronaVac e da primeira leva da vacina Astrazeneca de todos os estados seriam destinadas para o Estado do Amazonas.

Governador Wellington Dias com o primeiro lote de vacinas para o Piauí ( Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O autor da recomendação, o procurador regional dos Direitos do Cidadão, Kelston Pinheiro Lages, instrui o chefe de estado a operar com transparência no cumprimento da vacinação contra a covid-19. O MPF informou que o governo tem 5 dias para informar o acolhimento da recomendação.

O procurador também aconselhou que o gestor se empenhe para cumprir o Plano Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde, e que a destinação de 5% das já escassas doses para outro estado, representa violação deste plano e o desamparo dos grupos de riscos locais. 

“Ressaltamos que a ordem dos referidos grupos prioritários deve ser respeitada, uma vez que as doses de vacina são limitadas e devem ser direcionadas para os grupos com mais riscos de desenvolver formas graves da doença”, destaca Kelston Pinheiro.

Por Lilian Oliveira com informações do MPF

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM