Banner de Aniversário

Política

Pesquisa mostra Rafael Fonteles liderando corrida pelo governo do Estado

A diferença entre ele e o segundo colocado, Silvio Mendes, é de mais de 11 pontos percentuais

Publicado por: Wanderson Camêlo 04/02/2022, 09:26

Uma pesquisa do Instituto Estimativa mostra um cenário totalmente diferente, na disputa pelo governo do Estado, do que foi visto durante 2021. No levantamento, divulgado nesta quinta-feira (3), o petista Rafael Fonteles aparece à frente do possível pré-candidato oposicionista Silvio Mendes (PSDB).

Na sondagem estimulada, a diferença de um para o outro é de mais de 11 pontos percentuais. Fonteles tem a preferência de 26,95% dos 2 mil entrevistados, em todo o estado, enquanto o tucano, na segunda colocação, registra 15%. 

Rafael Fonteles, secretário da Fazenda e pré-candidato ao governo do Piauí (Foto: Wanderson Camêlo/Teresina FM)

Na terceira colocação aparece a secretária de Economia Solidária de Teresina, Gessy Fonseca (PSC), com 3,95%, e Washington Bonfim, pré-candidato pelo Cidadania, tem 2,6%. Não sabe/não opina 26,75%, Nenhum 21,7% e nulo ou branco 3,05%. 

Na abordagem espontânea (sem perguntas prontas), o secretário da Fazenda piauiense continua na liderança, 8,95% dos votos, só que com uma diferença bem menor para Mendes, que obteve 3,1%.

Logo em seguida aparecem o petista Wellington Dias, 2,25%; o líder maior do Progressistas, Ciro Nogueira, com 1,25%; a deputada federal Iracema Portela (possível vice de Silvio): 1%; Gessy Fonseca, 0,85%, e a também deputada federal pelo Progressistas Margarete Coelho, com 0,05%. Não sabe/não opina tem 64,35%; nenhum 17,15% e branco ou nulo 0,75%.

Silvio Mendes, pré-candidato ao governo do Piauí pelo PSDB (Foto: Reprodução/Facebook)

Cenário em Teresina 

Em Teresina, Rafael Fonteles e Silvio Mendes, ainda de acordo com a pesquisa, empatam tecnicamente tanto na avaliação estimulada como na espontânea. Na primeira são 27,20% pontos percentuais para o secretário, contra 26% do tucano. Gessy aparece novamente na terceira colocação, com 8,8%, e Washington Bonfim tem 2%. Nenhum/ninguém tem 24,4%; não sabe/não opina tem 6,6% e nulo ou branco pontua com 5%. 

Na espontânea, em termos de capital, Rafael aparece na frente com 8,8% e Silvio com 7%. A secretária de Economia Solidária vem logo depois, com 3,4%; Wellington Dias aparece em seguida, com 2,4%; Ciro Nogueira registrou 0,6% das intenções de voto e Iracema Portella apenas 0,2%.

Com relação ao Senado foram analisados três nomes: Wellington, Kleber Montezuma (PSDB) e o prefeito de Floriano, Joel Rodrigues (Progressistas). O petista lidera de forma isolada: 50,95% das intenções de voto; em segundo aparece o tucano, com 10,15%. Joel registrou 8,05% das intenções de voto. Nenhum/ninguém tem 17,55%; não sabe 9,95% e nulo ou branco tem 3,35%.

Wellington Dias, governador do Piauí e pré-candidato ao Senado (Foto: Wanderson Camêlo/Teresina FM)

A pesquisa do Instituto Estimativa foi realizada entre os dias 26 e 30 de janeiro deste ano. Foram ouvidas 2 mil pessoas nas 12 regiões de desenvolvimento do estado.

Em dezembro de 2021, o Instituto Opinar revelou o resultado de um levantamento que colocou Silvio e a possível vice na chapa, Iracema Portella, liderando a disputa. Na segunda posição vem o pré-candidato da base, o secretário de Fazenda Rafael Fonteles. 

Matéria relacionada:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM