Gif sobre a atualização do site do detran pi.

Política

Ala do PT ensaia quebra de acordo com o MDB pelo comando da Alepi

Segundo o pacto, o PT ficaria com o biênio 2023-2024 e o MDB com o 2025-2026

Publicado por: Wanderson Camêlo 27/01/2023, 10:04

Uma ala do PT não se contentou com a proposta de comandar a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) por apenas um biênio. Franzé Silva (PT) foi o escolhido para administrar a Casa entre 2023 e 2024 e outros petistas já se colocaram à disposição para disputar a sucessão do deputado.

O próprio Franzé, que é presidente da Assembleia Legislativa, confirmou a informação. “Através do PT surgiram nomes como Flávio Júnior, o próprio Nerinho colocou o nome, Firmino Paulo e a Jannaina [Marques], que hoje também manifestou interesse”, revelou Franzé, em entrevista à imprensa, nesta quinta-feira (26) na Alepi.

Franzé Silva, em entrevista à imprensa, na Alepi (Foto: Wanderson Camêlo/Teresina FM)

O petista negou que o fato tenha gerado um racha dentro da base aliada: “Não existe racha, existe muito diálogo aqui na Casa, muita gente conversando e sendo recebida pelos colegas”.

A ofensiva dos petistas incomodou o MDB, partido que participou do pacto visando o compartilhamento da administração do parlamento estadual. Ficou acordado que Severo Eulálio vai presidir a Alepi entre 2025 e 2026.

Diante da possibilidade de um destrato, Eulálio foi pedir a intervenção do governador Rafael Fonteles (PT) no caso. Os dois dialogaram sobre o assunto na quarta-feira, 25, no Palácio de Karnak. O vice-governador do Estado, Themístocles Filho (MDB), também esteve presente.

Os emedebistas saíram da reunião com a promessa de que o pacto não seria desfeito.

Matéria relacionada:

Henrique Pires demonstra estranheza com acordo para Evaldo Gomes assumir vice-presidência da Alepi

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM