Banner de Aniversário
Gif sobre o fundo estadual dos direitos da criança e do adolescente.

Saúde

Álcool é o principal fator de dependência química

Segundo a assistente social Diana Pacífico, que atua na comunidade terapêutica Fazenda da Paz, cem por cento dos dependentes químicos começa com o uso de […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 21/08/2019, 11:31

Segundo a assistente social Diana Pacífico, que atua na comunidade terapêutica Fazenda da Paz, cem por cento dos dependentes químicos começa com o uso de álcool. Em entrevista na Teresina FM 91,9, Diana Pacífico disse que o tratamento tem que ter a aceitação do dependente. E a Fazenda da Paz faz um programa que trabalha a pessoa para a reinserção social.

O custo de um dependente na Fazenda da Paz é de R$ 1 mil com alimentação, lanche e os custos por pessoa. A Fazenda da Paz tem capacidade para 300 vagas e atualmente tem 190 dependentes químicos em tratamento. A comunidade funciona com base em parcerias e convênios. A Fazenda da Paz hoje tem cinco unidades e uma unidade feminina.

A assistente social da Fazenda da Paz, Diana Pacífico, alertou para o aumento dos casos de dependência química

A entidade é uma das beneficiadas com a ação social da Teresina FM com a doação de duzentas unidades do livro Opinião com Chico Leal, que pode ser vendido e os valores revertidos para ações na comunidade terapêutica.

Segundo Diana Pacífico, o tratamento de dependência química é delicado e precisa ter a aquiescência do dependente. O tratamento dura em torno de doze meses, mas deve continua para o resto da vida. O programa é feito com base em disciplina, espiritualidade e responsabilidade, não usa medicamentos.

Comunidade terapêutica Fazenda da Paz tem capacidade para atender até 300 pessoas

A assistente social comentou que é crescente o número de adolescente envolvidos com o mundo das drogas, mas tem que atuar envolvendo a família para haver a reinserção do dependente no seio familiar. “A família fortalece o vinculo para o tratamento”, finalizou Diana Pacifico em entrevista na Teresina FM.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM