Banner de Aniversário
Gif sobre a atualização do site do detran pi.

Saúde

Comissão de Saúde da Assembleia denuncia irregularidades em hospitais

Um relatório da comissão de saúde da Assembleia Legislativa aponta que os hospitais do interior estão com problemas de falta de estrutura para atender os […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 27/08/2019, 08:45

Um relatório da comissão de saúde da Assembleia Legislativa aponta que os hospitais do interior estão com problemas de falta de estrutura para atender os pacientes, os servidores estão com salários atrasados, faltam medicamentos e insumos para o atendimento.

Os deputados Gustavo Neiva (PSB) e Teresa Britto (PV) encaminharam o relatório para o Ministério Público e para o Conselho Regional de Medicina, além da Secretaria Estadual de Saúde pedindo providências para melhorar o atendimento à população.

Comissão de saúda da Assembleia Legislativa tem percorrido os hospitais em várias regiões

A comissão de saúde denunciou diversas irregularidades nos hospitais regionais. Os deputados fiscalizaram os hospitais nos municípios de Uruçuí e São Raimundo Nonato. Os pacientes procuraram os parlamentares pedindo melhorias dessas unidades de saúde.

“Os problemas se repetem em vários hospitais. São hospitais que têm atraso de pagamento de servidores terceirizados e contratados. Uma infraestrutura bastante precária. Percebemos que a saúde pública não é prioridade no governo. Há reclamação da população e cada região tem seus problemas específicos”, comentou o deputado Gustavo Neiva.

Deputado Gustavo Neiva pediu providências urgentes para atendimento da população

“Em São Raimundo Nonato há o atraso dos servidores. Não tem uma escala fechada. Faltam anestesista, obstetras e ortopedistas. Em Uruçuí são quatro meses de salário atrasado dos terceirizados. Há uma reforma de um centro cirúrgico que se arrasta há quatro anos. Funciona apenas a ambulâncioterapia. Ou seja, os pacientes que procuram o hospital são automaticamente transferidos”, comentou o parlamentar.

Segundo os deputados, a estrutura dos hospitais está precária

“É um hospital que recebe R$ 650 mil por mês e não consegue pagar em dias os servidores. Queremos saber para onde vai tanto dinheiro? É uma denúncia que já mostramos há muito tempo. Os próprios prefeitos pediram ajuda da bancada”, finalizou a comissão.

Fonte: com informações da Comissão de Saúde da Alepi

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM