Banner de Aniversário

Saúde

Coren-PI se reúne com MPPI e pede respeito aos profissionais de saúde

Enfermeiros e técnicos foram agredidos e registraram BO na Delegacia e geraram nota de desagravo do Coren-PI

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 23/08/2021, 12:40

O presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI), Antônio Neto, informou em entrevista à Teresina FM 91,9 que o Ministério Público está representando contra as pessoas agrediram ou ameaçaram os profissionais de saúde, a pedido do conselho.

Segundo ele, foram pelo menos quatro casos registrados em Teresina que foram parar na Polícia. Os casos ainda tiveram nota de desagravo do Coren-PI e o encaminhamento para o MPPI.

O presidente do Coren-PI, Antônio Neto, pediu providências do MPPI contra os agressores

Antônio Neto falou sobre as ofensas, os casos de racismos e injúrias que aconteceram no hospital da UFPI, no HUT e numa UBS da capital. “Hoje temos uma reunião para alinhar os detalhes com o Ministério Público sobre as providências que foram adotadas.”, assinalou.

“Os profissionais de saúde não têm ingerência sobre a fila de vacinação ou a campanha.  Eles seguem rigorosamente a lista de prioridades traçadas e planejadas pela Fundação Municipal de Saúde e dos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde”, argumentou o presidente do Coren-PI.

Na Teresina Fm, o profissional da saúde comentou que uma advogada tentou se vacinar num posto de saúde, sem estar na lista, e tentou agredir o profissional. O caso foi parar na delegacia. “Casos desse tipo aconteceram por várias vezes. O que estamos pedindo é respeito. Esses casos estão em apuração”,  afirmou.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM