Cidades

Insegurança e qualidade dos serviços bancários foram discutidos em audiência pública

Só no primeiro semestre de 2018 foram mais de 21 assaltos a bancos e caixas eletrônicos no Piauí e este ano, em Campo Maior, uma […]

Publicado por: Wanderson Camêlo 06/06/2019, 18:54

Reprodução

Só no primeiro semestre de 2018 foram mais de 21 assaltos a bancos e caixas eletrônicos no Piauí e este ano, em Campo Maior, uma das maiores cidades do Estado, a ação de bandidos deixou a população sem os serviços bancários. A sensação de insegurança dos usuários destes serviços foi alvo de debate em audiência pública na Assembleia Legislativa.

O debate foi provocado pelo presidente da Comissão de Defesa do Meio Ambiente e Direitos do Consumidor, deputado Henrique Pires (MDB), e aconteceu na sala da CCJ (Comissão Constituição e Justiça).

Uma das cobranças foi o maior comprometimento das instituições bancárias com a segurança dos clientes. Henrique Pires citou situações como a da cidade de Castelo onde o banco foi assaltado, explodido há mais de um ano e a população está sem a prestação dos serviços.

Jaicós, Cocal, Angical, Parnaíba, Piracuruca, Altos, Inhuma, Pimenteiras e muitas outras cidades do Piauí já foram alvo de ação de bandidos.
“No Piauí tem sido um verdadeiro perigo para os usuários dos serviços de Caixas Eletrônicos e Bancos. Os representantes dos bancos devem explicar a defasagem da segurança e vamos cobrar mais ações, do poder público e também dos próprios bancos. O povo é penalizado duplamente, tem o assalto e depois ficam sem a prestação do serviço. ”, explicou o parlamentar.

Por Luciano Coelho/ Júnior Medeiros

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM