Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Cidades

Tribunal de Justiça aceita denúncia do MPPI contra o prefeito de Uruçuí

As investigações indicam prováveis práticas de crimes de fraudes em licitações

Publicado por: Caio Rabelo 11/04/2024, 09:31

Matéria de Lays Viana

O desembargador Erivan José da Silva Lopes, da 2ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), aceitou a denúncia do Ministério Público do Piauí (MPPI) contra o prefeito de Uruçuí, Francisco Wagner Pires Coelho (PP). O gestor é suspeito de desvio de recursos, utilizando a estrutura do Executivo, na contratação da empresa Ambientar Construções e Serviços de Obras.

A ação é decorrente da Operação Cerrados, realizada por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em 2023. O foco foi investigar desvio de recursos públicos através de contratação com sobrepreço pela Prefeitura. A denúncia envolve também Pedro Moreira Rodrigues, Jackson Macedo Rocha, José Ribamar Mateus Ferreira dos Santos, Demerval Pereira da Silva, Rafael da Silva Frota e Katilene de Sousa Rodrigues.

O prefeito de Uruçuí, Wagner Coelho (Foto: Instagram / Wagner Coelho)

O Procedimento de Investigação Criminal, nº 14/2020, indicou prováveis práticas de crimes de fraudes em licitações e contratos durante o primeiro mandato do gestor municipal, em 2017, e no segundo, em 2022.

Segundo as investigações, o chefe do Executivo municipal praticava os crimes em parceria com empresários, havendo evidências da existência de relações financeiras suspeitas entre a empresa, os sócios, procuradores e parentes, o prefeito de Uruçuí, seu filho e parentes, além de servidores públicos do Município.

Além disso, a apuração evidenciou existência de relações financeiras suspeitas entre a empresa, seus sócios, procuradores e parentes, o prefeito de Uruçuí, seu filho e parentes, bem como servidores públicos municipais. Os recursos, de acordo com o MPPI, teriam sido desviados em favor Francisco Wagner e também de seus familiares.

Afastamento

Em 2023 o desembargador Erivan Lopes mandou afastar o prefeito de suas funções pelo prazo de 180 dias. O vice, Stanley Carvalho, assumiu o comando da Prefeitura. No mesmo ano, o ministro Reynaldo Soares da Fonseca, do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), autorizou o retorno imediato de Wagner Coelho.

Direito de resposta

A equipe de reportagem de Teresina FM entrou em contato com a assessoria do gestor municipal, que informou que ele está em viagem. O espaço permanece aberto para esclarecimentos.

Com informações do Ministério Público do Piauí

Notícias relacionadas:

Operação Cerrados é deflagrada nesta segunda-feira em Uruçuí

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM