Cultura

A Voz e a Máquina, por Elza Soares

Por Alexandra Teodoro A edição 2019 do Projeto Seis e Meia foi aberta nesta terça. 18. Elza Soares não concedeu entrevista mas encantou o publico […]

Publicado por: Wanderson Camêlo 18/06/2019, 23:40

Por Alexandra Teodoro

Foto: Reprodução

A edição 2019 do Projeto Seis e Meia foi aberta nesta terça. 18. Elza Soares não concedeu entrevista mas encantou o publico e foi ovacionada. Aos 81 anos de idade, não esboça nenhum sinal de quem pensa em aposentadoria. Confesso que em vários anos cobrindo matérias sobre cultura, raras vezes me deparei com uma artista tão representativa, no sentido de identificação do público com a sua arte e com o que ela representa na luta contra o preconceito racial. Elza é negra e faz questão de ser vista como é.  São quase 65 anos de carreira da cantora, intérprete, com mais de 80 álbuns lançados.  Elza Soares é surpreendente.

Foto: Divulgação- Alexandra Teodoro

A mulher que recentemente recebeu o título de Doutora Honoris Causa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS, agradeceu a hospitalidade e carinho do povo piauiense, lembrou do tempo em que conheceu o musico Lázaro do Piauí, que conviveu com ela e o craque Manoel Garrincha.

Elza escolheu canções marcantes, parte do seu trabalho “A Voz e a Máquina”. Incrementou a apresentação com musicas de Cássia Eller e Cazuza. Não perdeu a

oportunidade de se colocar como um ser político que tem inspirado muitas outras mulheres e homens negros do país que, mesmo nascidos e vivendo com as marcas de um processo histórico de exclusão e preconceito étnico-racial, superam as dificuldades e dão um baile no preconceito.

Para o show no Theatro 4 de Setembro, o cenário estava clean, todo branco, gerando curiosidade do publico antes da apresentação da artista. Os espaços serviram de tela para projeção e imagens que referenciavam tanto os compositores cantados, quanto a própria alma das músicas que Elza Soares incluiu no repertório.  Não usou de muitos elementos, além da projeção de imagens.  Mas a Voz do Milênio, rouca, forte, suave, marcante, ecoou aos quatro cantos.

 

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM