Banner de Aniversário

Cultura

Cem anos de rádio: Teresina FM celebra 16 anos com música, informação e novidades

Emissora inovou ao produzir conteúdo jornalístico na frequência modulada e agora gesta ousado projeto de agência de notícias

Publicado por: FM No Tempo 09/09/2022, 15:16

Matéria de Rodrigo Carvalho

Agência Nordestina de Notícias (ANN)

Essa é a quarta e última de uma série de quatro reportagens sobre a história do rádio no Brasil. Na quinta-feira (8), você viu a história do empresário Raimundo Albuquerque, que construiu um museu em honra à trajetória radiofônica no Piauí.

Há 16 anos, o rádio do Piauí se renovava com a chegada da Teresina FM. A emissora surgiu como uma proposta inovadora tanto em sua programação musical quanto na jornalística.

Rádio detém prestígio entre ouvintes e comunicadores do Piauí e do Brasil (Foto: Teresina FM)

Como explica Nicole Aguiar, diretora da Teresina FM, os programas jornalísticos eram exclusividades das emissoras AM. “À época, o rádio teresinense não dispunha de jornalismo na frequência modulada. Fomos os primeiros a iniciar esse modelo que mescla jornal e música e percebemos que a população aceitou muito bem”, conta.

Nicole afirma ainda que outro diferencial da emissora consistiu em apostar na participação dos ouvintes. “Sempre deixamos o ouvinte falar à vontade, sobretudo pelo telefone. Considero o rádio um meio de comunicação democrático; não é à toa que sobrevive e se reinventa diante dos demais veículos”, ressalta.

Durante quase duas décadas, grandes nomes da comunicação e do jornalismo passaram pela Teresina FM, tais como os saudosos Chico Leal, Pires de Sabóia e Carlos Augusto. Atualmente, a jornalista Simone Castro apresenta o Jornal da Teresina 1ª Edição, o primeiro noticiário do dia, e descreve a atuação na Teresina FM.

“O centenário do rádio no Brasil é um momento para comemorarmos e considerarmos o quanto esse meio tem mudado e se fortaleceu com as redes sociais. Para mim, fazer rádio foi uma grata surpresa. É apaixonante e me encanto cada vez mais”, relata.

Para o jornalista Eduardo Costa, que comanda o Jornal da Teresina 2ª Edição, é gratificante comemorar os cem anos do rádio no Brasil nos quadros da emissora.

Em cima: Simone Castro (à esq.) e Eduardo Costa (à dir.). Em baixo, Marlene Magalhães (Foto: Teresina FM)

“Tive meu primeiro trabalho como profissional de comunicação no rádio. Já passei por várias vertentes de atuação jornalística, mas nenhuma me encanta tanto quanto essa. Tenho a honra de trabalhar em uma empresa de credibilidade e reconhecimento, local e nacionalmente falando. É incrível levar os ouvintes a imaginarem os fatos que narramos com nossa própria voz”, aponta.

Marlene Magalhães, apresentadora do programa Coquetel, relembra as transformações do rádio em um século de existência. “Houve toda uma evolução nos formatos e nas plataformas em meio à redemocratização do país e também do próprio meio de comunicação, que acompanha as novidades e as tendências trazidas pelo advento da Internet”, destaca.

Por falar em transformações, a Teresina FM, sempre na vanguarda, prepara novidades e investimentos, anuncia Nicole Aguiar. “Teremos a volta do Mix Teresina, aos sábados, com o apresentador Vanilson Brito, sempre com muito entretenimento. Além disso, a partir do próximo mês iremos lançar oficialmente nossa Agência Nordestina de Notícias (ANN), cujo objetivo é democratizar a informação para emissoras do interior”, conclui.

Confira a entrevista completa no Jornal da Teresina 2ª Edição desta sexta-feira (9):

Matérias relacionadas:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM