Banner de Aniversário

Polícia

Polícia Civil prende acusados de duplo homicídio em São Raimundo Nonato

Morte de líder de uma organização criminosa em São Paulo motivou o crime, segundo a polícia

Publicado por: Caio Rabelo 20/02/2024, 06:51

Uma disputa entre integrantes de uma organização criminosa foi a principal motivação para um duplo homicídio ocorrido no bairro Aeroporto, na cidade de São Raimundo Nonato, no dia 06 deste mês.

De acordo com a Polícia Civil do Piauí, os assassinatos de Mauro Cézar Aguiar dos Santos e Erinelton Pereira de Sousa, conhecido como Netinho, foram motivados pelo assassinato do traficante identificado como Flex Pereira Lacerda, de 41 anos, no município Osasco, Estado de São Paulo, em dezembro de 2023.

Foto: Reprodução/SS-PI

“O Netinho foi identificado como a pessoa que teria indicado a localização de Flex na cidade de Osasco. Todos atuavam juntos no tráfico de drogas e faziam parte da mesma organização criminosa. Quando a facção identificou que ele era o traidor, decidiram executá-lo. Netinho foi atraído para uma emboscada e se deslocou para São Raimundo Nonato na companhia de Mauro e de uma adolescente de 17 anos, com o pretexto de efetuar a compra de uma pistola. Em um primeiro momento, eles ficaram hospedados em um hotel e no dia seguinte foram levados para a residência de um homem identificado como Nenê, onde foram executados”, explicou o gerente de Polícia do Interior, delegado Célio Benício.

Após trabalho de investigação, as equipes do DRACO, em apoio à Delegacia Seccional de São Raimundo Nonato, identificaram os cinco envolvidos no duplo homicídio.

Até o momento foram presos Deilton dos Santos Dias, conhecido como Nenê, acusado de levar as vítimas até o local do crime, Everaldo Ferreira, o Caçador, 41 anos, acusado de degolar uma das vítimas, e Melba Kaliane Ribeiro Damasceno, 20 anos, responsável pelo apoio logístico ao crime.

Continuam foragidos Pedro Nonato Ferreira da Cruz Júnior, o Pilty, apontado como mentor e executor do crime, e João Victor Borges de Oliveira, 23 anos, conhecido como Baianinho ou Maguin, apontado como executor do crime

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM