Política

“Governador quer enterrar o servidor vivo”, diz dirigente do Sinpoljuspi

O vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sinpoljuspi), Vilobaldo Carvalho, disse em entrevista à Teresina FM 91,9 que o governador Wellington Dias quer enterrar o […]

Publicado por: Wanderson Camêlo 27/05/2019, 18:56

O vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sinpoljuspi), Vilobaldo Carvalho, disse em entrevista à Teresina FM 91,9 que o governador Wellington Dias quer enterrar o servidor vivo. Ele se referia a ação que o governo do Piauí ajuizou no STF para transferir os servidores que entraram no estado entre 1983 e 1988, sem concurso público e já foram aposentados pelo Iapep para o INSS.

Vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sinpoljuspi), Vilobaldo Carvalho- Foto: Teresina FM- Portal NO TEMPO

Os servidores fizeram um apelo para que o governador Wellington Dias desista da ação. Vilobaldo Carvalho disse que a ação não prospera, mas está assombrando os servidores públicos que não sabem como vão ficar, tiveram os pedidos de aposentadoria suspensos, não terão mais a assistência de saúde e quem recebe acima do teto do INSS, tem a promessa que terão um valor complementar, mas sem nenhuma certeza disso.

Vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sinpoljuspi), Vilobaldo Carvalho- Foto: Teresina FM- Portal NO TEMPO

Vilobaldo ainda advertiu que esse problema não foi causado por servidores que ingressaram na Justiça requerendo o pagamento do fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS). No período em que é alegado pelo governo, praticamente não houve concurso entre 83 e 88. E os servidores que ingressaram no Estado foram efetivados, foram titularizados inclusive com o enquadramento no plano de cargos, carreiras e salários. “Se tornaram servidores efetivos”, frisou.

“Esse processo é para o governo enterrar o servidor vivo. Não se justifica isso. E quem está pedindo para se aposentar ainda demora de dois a três anos para finalizar o processo. Os servidores ainda ficarão em assistência de saúde, sem segurança jurídica e no prejuízo. Ainda tem tempo de retirar essa ação que só assombra o servidor”, finalizou o vice-presidente do Sinpoljuspi.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM