Política

SINDESPI pede prisão de Wellington e Secretário de Administração

O processo se refere aos enquadramentos que foram assinados em novembro de 2014 e que o governo do Estado descumpre desde janeiro de 2015.

Publicado por: Wanderson Camêlo 30/07/2019, 15:53

Foto: Reprodução

A Direção do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde Pública do Piauí (SINDESPI) protocolou no Tribunal de Justiça (TJ-PI) um Mandado de Cumprimento pedindo o cumprimento de decisão judicial sob pena do pagamento de multa de R$ 100 mil por dia e a prisão do governador do Estado e do secretário de Administração, caso descumpram decisão do TJ-PI, que determina o reenquadramento dos servidores administrativos da Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi).

“O governador do Estado e o secretário de Administração não podem descumprir uma decisão judicial, colocando a PGE acima do Tribunal de Justiça. Não aceitamos esse desrespeito com a categoria e vamos lutar até conquistar nossos direitos”, afirmou a presidente do SINDESPI, Geane Sousa.

“Requer-se, com devida vênia, expedição imediata de novo Mandado de Cumprimento dirigido às autoridades coatoras, a ser cumprido por oficial de justiça, a fim de que seja implementado, imediatamente, os reajustes dos vencimentos previstos no Artigo 2º da Lei nº 6.560/2014”, diz o documento.
Além de constar que, se descumprido o mandado, além da sanção pecuniária, ainda será expedida Ordem de Prisão.

O processo se refere aos enquadramentos que foram assinados em novembro de 2014 e que o governo do Estado descumpre desde janeiro de 2015. O SINDESPI decidiu ajuizar mandado de segurança em 2016, que foi julgado em abril de 2019. A decisão foi publicada, o governador e a SEADPREV receberam o mandato de cumprimento.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM