Gif sobre a atualização do site do detran pi.

Política

Aplicativo Pardal, do TSE, registra mais de mil denúncias de crime eleitoral em setembro

Plataforma da Justiça Eleitoral permite que usuários notifiquem práticas ilícitas e anexem material comprobatório

Publicado por: FM No Tempo 28/09/2022, 14:09

Matéria de Rodrigo Carvalho

Agência Nordestina de Notícias (ANN)

Com mais de mil notificações por dia, o aplicativo Pardal, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), registra recordes de denúncias na campanha eleitoral deste ano.

Ferramenta recebe possíveis irregularidades na campanha eleitoral (Foto: Divulgação/TSE)

A plataforma funciona como um canal por meio do qual os eleitores podem apontar irregularidades durante o pleito, como explica Arimatéia Carvalho, coordenador de eleições informatizadas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI).

“É uma importante ferramenta criada em 2014 pela Justiça Eleitoral e que tem sido utilizada com bastante sucesso nas últimas eleições. Tanto o cidadão comum quanto os próprios tribunais são beneficiados [por ela], uma vez que confere agilidade e material comprobatório às denúncias”, ressalta.

Arimatéia descreve ainda como o aplicativo funciona e aponta de que forma os cidadãos podem realizar suas denúncias. “Após baixar, o usuário faz um breve cadastro, no qual deve se identificar – embora na denúncia em si não haja necessidade de identificação – e anexa uma comprovação, que pode ser uma fotografia”, enumera.

Primeiro turno das Eleições 2022 acontece em 2 de outubro (Foto: Divulgação/TSE)

O coordenador do TRE-PI realiza um balanço das ocorrências registradas no Piauí por meio do Pardal. “Contabilizamos até o momento 88 queixas, todas relativas à propaganda irregular. Acreditamos que agora, por estarmos mais próximos ao pleito, receberemos notificações de compra de votos e boca de urna”, avalia.

Por fim, Arimatéia elenca os passos para a instalação do aplicativo. “O Pardal está disponível para Android e iOS. Se não quiser baixar diretamente nas lojas virtuais, basta acessar o site do TSE, que irá encaminhá-lo à aplicação“, conclui.

Confira a reportagem no Jornal da Teresina 2ª Edição desta quarta-feira (28):

Matéria relacionada:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM