Banner de Aniversário

Saúde

Presidente do CRM defende a não realização de festas de fim de ano e Carnaval em locais públicos

Na visão do gestor, é falta de prudência liberar eventos de tal porte diante de sucessivas mutações da Covid-19

Publicado por: FM No Tempo 01/12/2021, 11:19

O presidente do Conselho Regional de Medicina do Piauí (CRM-PI), Dagoberto Silveira, defendeu o recente posicionamento do órgão de não incentivar a realização de festas de fim de ano e Carnaval em locais públicos.

Em entrevista ao JT1 da Teresina FM concedida nesta quarta-feira (1º), Silveira considerou que, no momento, a prioridade número um é preservar a saúde da população. “Somos a favor de realizar mutirões de vacinação, e não festividades que desrespeitem os protocolos sanitários, ainda mais diante de sucessivas mutações do vírus”, asseverou.

Médico ressalta a importância dos protocolos sanitários em meio à quarta onda da pandemia (Foto: Teresina FM)

A respeito das confraternizações entre familiares e funcionários de empresas, sobretudo na época de Natal e Ano Novo, o presidente reconheceu a importância de tais encontros, mas reforçou a prudência e a cautela necessárias durante as reuniões a fim de não expor os demais ao risco de contágio.

Na última sexta-feira (27), o CRM-PI divulgou, em suas redes sociais, uma nota na qual alerta os cidadãos a não organizarem festas que causem aglomerações e continuarem adotando medidas de segurança contra o novo coronavírus.

De acordo com o texto, o pedido é justificado pela “onda de infecções, internações e mortes por Covid-19 em vários países” e diante da “insegurança ainda real da doença no Brasil”.

Recentemente, o governador Wellington Dias (PT) declarou existir a possibilidade de não haver Carnaval no Piauí. Do mesmo modo, blocos carnavalescos famosos, como o Sanatório Geral, cancelaram suas participações no período festivo do ano que vem.

Confira a nota na íntegra:

A Diretoria do CRM-PI, diante da onda de infecções, internações e mortes por Covid-19 em vários países e temendo a insegurança ainda real da doença no Brasil, alerta a todos que não é o momento de se realizar eventos que denotem aglomerações, como festas de fim de ano e Carnaval. Além disso, medidas de segurança como uso correto de máscara, higiene pessoal e cumprimento do calendário vacinal são essenciais.

Matérias relacionadas:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM