Geral

Ministros da Casa Civil e da Cidadania realizam vistoria de áreas alagadas em Teresina

Representantes do governo federal foram recepcionados pelo prefeito da capital nesta quarta-feira (5)

Publicado por: Wanderson Camêlo 05/01/2022, 12:25

Os ministros Ciro Nogueira (Casa Civil) e João Roma (Cidadania) desembarcaram nesta quarta-feira (5) em Teresina a fim de visitar áreas atingidas por alagamentos na capital. Eles finalizaram a agenda sem informar quais os valores que o governo federal vai destinar para ajudar na resolução do problema.

Da esquerda para a direita: ministro João Roma, superintendente João Duarte (Eturb), ministro Ciro Nogueira, prefeito Dr. Pessoa e secretário Carlos Ribeiro (Defesa Civil) (Foto: Rômulo Piauilino/Semcom)

Os dois, acompanhados de equipe de imprensa e de seguranças, chegaram ao aeroporto Petrônio Portella por volta das 9h e foram recepcionados pelo prefeito da capital, Dr. Pessoa (MDB), e pelo vice Robert Rios (PSB).

“Os ministros não vieram para tirar fotografia, mas para receber nosso projeto de urgência e ajudar o estado do Piauí. Para acolher os moradores, contaremos com um reforço do governo federal”, garantiu Pessoa.

De acordo com Ciro, o suporte ainda vai ser definido depois de conversa não só com Dr. Pessoa, mas com todos os gestores de cidades impactadas pelas chuvas.

“Nós temos uma parceria com os prefeitos para fazermos o que precisa ser feito, que é levar assistência às pessoas que precisam. Vamos conversar com todos os prefeitos, sabermos todas as carências e seus secretariados; quem vai dizer o que vai ser feito aqui não é o governo federal, e sim os prefeitos”, afirmou o ministro.

Assim que chegaram em solo piauiense, Nogueira e Roma falaram rapidamente com a imprensa local. Logo depois, sobrevoaram de helicóptero áreas atingidas pela chuva nas proximidades do Parque Lagoas do Norte. A comitiva retornou ao aeroporto, de onde seguiu em comboio até as obras do dique, que ficam próximas ao Encontro dos Rios no bairro São Joaquim, zona Norte da capital.

Prefeito conversa em particular com ministros sobre emergência na capital (Foto: Rômulo Piauilino/Semcom)

“No primeiro momento nós precisamos cuidar das vidas, o resgate das pessoas das área de risco. Muito importante este momento de conscientização para que se preserve as vidas, esse é o mais importante; na sequência precisamos fazer o acolhimento dessas pessoas, que estão sem poder voltar para as suas casas”, disse João Roma.

No itinerário também estavam inclusas visitas à Vila Apolônia, bairro Mafrense (zona Norte), e ao trecho da avenida Homero Castelo Branco onde acontecem as obras da galeria da zona Leste.

No último dia 31, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), editou a Medida Provisória nº 1092, que abriu crédito extraordinário, no valor de R$ 700 milhões em favor do Ministério da Cidadania. De acordo com o texto, são R$ 200 milhões para distribuição de alimentos a grupos populacionais tradicionais e específicos e R$ 500 milhões para proteção social no âmbito do Sistema Único de Assistência Social.

“A medida visa o enfrentamento das consequências das fortes chuvas que acometeram diversas regiões do Brasil, principalmente nos estados da Bahia e de Minas Gerais”, frisou o governo federal por meio do seu site. Não há referência sobre o percentual específico destinado para os demais estados em situação de calamidade por conta de alagamentos.

Matérias relacionadas:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM