Banner de Aniversário
Gif sobre o fundo estadual dos direitos da criança e do adolescente.

Polícia

Tribunal do Júri condena ex-sargento da PM a 18 anos de prisão por tentativa de feminicídio

João Paulo Norões agrediu companheira no ano passado; desde então está em reclusão e foi expulso da Polícia Militar

Publicado por: FM No Tempo 07/12/2021, 12:50

Em sessão realizada nesta segunda-feira (6), a juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, da 2ª Vara do Tribunal Popular do Júri, do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) condenou o ex-sargento da Polícia Militar João Paulo Norões a 18 anos e oito meses de prisão, em regime fechado, por tentativa de feminicídio.

João Paulo foi julgado pela prática do crime de tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil, com emprego de asfixia, com o uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima e contra a mulher por razões da condição de sexo feminino, envolvendo violência doméstica.

Foto: Divulgação/PC-PI

“Este crime à época dos fatos causou grande repercussão na sociedade de Teresina, onde a população clamava por justiça em virtude da violência e da covardia do crime cometido”, afirmou o promotor de Justiça João Malato Neto.

Relembre o caso

Em 3 de julho de 2020, a vítima, identificada apenas pelas iniciais A. K. B. L., registrou um boletim de ocorrência em que contou ter sofrido diversas ameaças e agressões por parte do ex-policial. Na época, os dois ainda eram casados.

De acordo com o Ministério Público do Piauí (MP-PI), as agressões teriam acontecido no dia anterior, 2 de julho, no bairro Jacinta Andrade, zona Norte de Teresina. João Paulo segurou a vítima por um dos braços, puxou seu cabelo e a arrastou para o quarto do casal, onde tentou esganá-la e sufocá-la. Depois, levou-a para seu carro, mas a mulher destravou a porta e conseguiu fugir.

Em 10 de julho, João Paulo foi preso por tentativa de feminicídio pelo Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e imediatamente afastado dos quadros da Polícia Militar.

Foto: Divulgação/PC-PI

Neste ano, o comandante geral da PM-PI no Piauí, coronel Lindomar Castilho, expulsou oficialmente o ex-sargento da corporação, em decisão publicada no Diário Oficial do Estado em 12 de maio.

Com informações do Ministério Público do Piauí (MP-PI)

Matérias relacionadas:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM