Política

PSD se contenta com a suplência de senador dentro do grupo governista de Wellington Dias

O desfecho aconteceu no final de semana

Publicado por: Wanderson Camêlo 10/01/2022, 09:24

Como apontavam as especulações, o PSD não conseguiu a tão desejada vaga de vice na chapa governista, mas não esperneou. Depois de conversa com o líder do grupo, o governador Wellington Dias (PT), a sigla resolveu se contentar com a primeira suplência de senador.

O governador Wellington Dias (Foto: Wanderson Camêlo/Teresina FM)

O encontro aconteceu nesse sábado (8), no Palácio de Karnak. Lá estiveram o deputado estadual Georgiano Neto (PSD), o presidente do PSD-PI, deputado federal Júlio César, e o secretário de Fazenda do Estado, o petista Rafael Fonteles, que é o pré-candidato ao comando do executivo piauiense. 

Georgiano foi um dos que divulgou, através de uma foto de todos juntos (publicada no Instagram), a reunião, mas sem revelar que o acordo havia sido selado. Nossa reportagem confirmou o martelo batido por meio da assessoria do parlamentar. 

Rafael Fonteles, Georgiano Neto, Wellington Dias e Júlio César (Foto: Reprodução/Instagram)

Questão resolvida, agora o caminho fica ainda mais aberto para o MDB emplacar a vice de Fonteles. O indicado deve ser mesmo o presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho. 

O PSD não destacou quem vai ser alçado à condição de suplente de senador, mas a possibilidade é de que o espaço seja ocupado por Júlio César. Caso isso aconteça, Georgiano disputará a eleição de deputado federal. 

Wellington Dias é o nome certo para disputar o Senado pelo grupo governista. Antes de colocar um ponto final no assunto, o PSD dizia que não tinha interesse na vaga. 

Matérias relacionadas:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM