Esporte

Esporte é Notícia #10: Conheça mascotes do Fla-PI e do 4 de Julho; Piauiense 2022 começa no fim de semana

Estádios do Piauí receberão público na abertura do torneio estadual; Galo anuncia técnico argentino e jogador uruguaio

Publicado por: Eric Souza 13/01/2022, 11:55

O Esporte é Notícia estreia um novo quadro a partir desta quinta-feira (13). Durante sete dias, a reportagem da Teresina FM irá trazer dois clubes piauienses, contar as histórias de seus respectivos mascotes e explicar os motivos por trás da adoção desses símbolos. As equipes inaugurais, inclusive, se enfrentam na rodada inicial do Campeonato Piauiense de 2022: Flamengo-PI e 4 de Julho.

Mascotes dos Clubes – Parte 1

Flamengo-PI

O mascote original do Flamengo-PI, na década de 40, era o Leão. Inclusive o clube era conhecido como “Leão do Pirajá”. No entanto, o Rubro-Negro foi desativado em 1952 e retomou suas atividades apenas dez anos depois.

Leão do Pirajá, mascote do Flamengo-PI (Foto: Davi Alves)

Durante esse período, o River-PI estabeleceu sua hegemonia no futebol piauiense. Quando o Flamengo-PI voltou e desbancou o Galo em duas ocasiões, a diretoria e a torcida passou a adotar a Raposa como mascote do clube devido à rivalidade nascente.

Em 2016, no entanto, o Flamengo-PI decidiu reconduzir o Leão ao posto de mascote em meio a uma grande reformulação pelos 80 anos de história. O clube entende que não havia mais cabimento definir um símbolo próprio em razão de rivalidade com outra equipe e, assim, retornou às origens.

4 de Julho

O Luiz Menezes, prefeito de Piripiri por cinco mandatos, sempre era apelidado de algo. Já foi chamado inclusive de macaco pelo seu maior opositor e sempre seus eleitores adotavam e os apelidos pegavam.

Eis que, de tanto ganhar do “pinto” (médico José Pinto de Mesquita), opositor político nas décadas de 80 e 90, foi apelidado de Gavião, que é comedor de pinto.

Gavião Colorado, mascote do 4 de Julho (Foto: Any Resende)

Como o 4 de Julho pertence ao Luiz Menezes (fundador e presidente de honra), os torcedores e eleitores adotaram o gavião como mascote oficial do time, já que o clube não possuía nenhum.

Vale lembrar que Luiz estudou medicina no Recife durante os anos 60, quando se apaixonou pelo Náutico, à época hexacampeão pernambucano. Ao retornar a Piripiri, fundou um clube cujo nome homenageia a emancipação da cidade e cujas cores fazem tributo à equipe alvirrubra.

Estádios do Piauiense

A dois dias da grande estreia do Campeonato Piauiense de 2022, todos os estádios que sediarão as partidas da primeira rodada do estadual estão com seus laudos devidamente atualizados e, portanto, aptos para receberem público.

São eles: Lindolfo Monteiro, em Teresina; Pedro Alelaf, em Parnaíba; Gerson Campos, em Oeiras; e Tibério Nunes, em Floriano. Todos atualizaram as documentações técnicas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que incluem autorizações do Corpo de Bombeiros, de Segurança (emitido pela Polícia Militar), da Vigilância Sanitária e de Engenharia.

Estádio Gerson Campos, em Oeiras (Foto: Divulgação/FFP)

A informação é do próprio presidente da Federação de Futebol do Piauí (FFP), Robert Brown, que detalhou à reportagem da Teresina FM a situação de cada uma das arenas, além do Albertão, em Teresina, e da Arena Ytacoatiara, em Piripiri.

“As partidas receberão público nesses quatro estádios da abertura do campeonato. A Arena Ytacoatiara só terá jogo na segunda rodada; a Prefeitura e o Corpo de Bombeiros garantiram que os laudos estarão prontos até a próxima quarta-feira (19). Quanto ao Albertão, além da documentação, está interditado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) devido à briga entre torcidas. Estamos agilizando os laudos, com apoio da Fundação de Esportes do Piauí (Fundespi), para pleitear junto à Corte e liberar o estádio”, declarou.

Ingressos do Piauiense

A FFP também divulgou os preços dos ingressos das partidas do Campeonato Piauiense de 2022. Em Teresina, no estádio Lindolfo Monteiro, os ingressos irão custar R$ 50 no setor de cadeiras e R$ 30 nas arquibancadas; ambos terão direito à meia-entrada. Na geral, haverá preço promocional de R$ 10.

Já em Piripiri, na Arena Ytacoatiara, casa do 4 de Julho, os bilhetes variam entre R$ 40 (cadeiras) e R$ 30 (arquibancada). Na geral, o valor fica em R$ 20. Todos os setores terão venda de meia-entrada.

Nas cidades de Parnaíba e Oeiras, o valor dos ingressos serão promocionais (R$ 15) nas arquibancadas. Por fim, Floriano também contará com promoção, no mesmo setor, de R$ 20.

Para acompanhar os jogos presencialmente, cada torcedor deve cumprir os seguintes requisitos:

– Apresentar comprovante de vacinação (duas doses ou dose única) ou teste RT-PCR com resultado negativo (48h antes);

– Aferir a temperatura corporal;

– Observar o uso de máscara e respeitar o distanciamento social nas dependências do estádio.

Campeonato Piauiense – 1ª Rodada

Sábado (15)

Oeirense x River-PI (Gerson Campos, Oeiras, 16h)

Parnahyba x Fluminense-PI (Pedro Alelaf, Parnaíba, 16h)

Flamengo-PI x 4 de Julho (Lindolfo Monteiro, Teresina, 16h)

Domingo (16)

Cori-Sabbá x Altos (Tibério Nunes, Floriano, 17h)

Novo treinador do Galo

Enfim, o Atlético-MG anunciou seu treinador para a temporada 2022. Após negociações frustradas com os portugueses Jorge Jesus (ex-Benfica) e Carlos Carvalhal (Braga), o novo comandante do Galo será Antonio “Turco” Mohamed, argentino de 51 anos, com passagem destacada pelo futebol mexicano. Inicialmente, o técnico chega com contrato de um ano, além de trazer consigo três profissionais para compor sua comissão particular.

Antonio “Turco” Mohamed, técnico do Atlético-MG (Foto: Divulgação)

Mohamed estava sem clube desde a demissão do Monterrey-MEX, no fim de 2020, onde conquistou três títulos e participou do Mundial de Clubes de 2019, vencido pelo Liverpool-ING.

Aos 51 anos, o ex-jogador chegou a defender o Boca Juniors-ARG, até se mudar para o México. Por lá, levantou troféus por diferentes equipes: Campeonatos Mexicanos de 2012 (Xolos), 2014 (América) e 2019 (Monterrey), além de duas Copas México pelo Monterrey (2017 e 2019).

Diego Godín no Galo

O atual campeão brasileiro também anunciou mais um reforço, dessa vez para compor o setor defensivo. Diego Godín, capitão da seleção do Uruguai, rescindiu amigavelmente seu contrato com o Cagliari-ITA e acertou com o Galo. O zagueiro vem para suprir a ausência de outro companheiro de posição, o paraguaio Junior Alonso, peça essencial na campanha vitoriosa do Atlético em 2021 e vendido ao Krasnodar-RUS por R$ 50 milhões.

Diego Godín, zagueiro do Atlético-MG e da Seleção Uruguaia (Foto: AFP)

Com 15 anos de experiência em clubes da Espanha e da Itália, Godín venceu duas vezes a Liga Europa e foi vice-campeão da Liga dos Campeões em duas ocasiões. O defensor se junta aos atacantes Ademir e Fábio Gomes como contratações anunciadas até agora pelo Galo.

Desde que testou positivo para a Covid-19, o uruguaio estava afastado dos treinos na Itália. Recuperado da doença, é aguardado em Belo Horizonte nos próximos dias, onde deve assinar contrato de uma temporada com o Atlético-MG.

Confira o quadro completo no Jornal da Teresina 1ª Edição desta quinta-feira (13):

Matérias relacionadas:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM