Banner de Aniversário

Esporte

Esporte é Notícia #13: Jacaré e Rato contam histórias peculiares de Altos e Piauí; Palmeiras conquista Copinha

Técnico do Altos revela estratégias para cuidar do físico dos jogadores; torcida lança garrafas no campo do Tiberão em Floriano

Publicado por: FM No Tempo 25/01/2022, 11:52

O Esporte é Notícia continua com o quadro iniciado neste mês de janeiro. Durante sete dias, a reportagem da Teresina FM irá trazer dois clubes piauienses, contar as histórias de seus respectivos mascotes e explicar os motivos por trás da adoção desses símbolos. As equipes desta terça-feira (25) vivem contrastes bem nítidos: uma é a atual campeã estadual, enquanto a outra luta para sair da Série B.

Mascotes dos Clubes – Parte 4

Altos

O mais recente campeão do Piauiense foi fundado há apenas oito anos, em julho de 2013, mas já acumula participações de destaque no Estadual, na Copa do Nordeste, nas Séries C e D do Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil.

Jacaré, mascote do Altos (Foto: Rafael Borges)

Quanto aos símbolos, a Associação Atlética de Altos adota o Jacaré como mascote oficial do clube. O presidente Warton Lacerda explica a escolha:

“Há muitas lagoas nos arredores de Altos, e a presença de jacarés é muito forte nessa região dos Cocais. Então, como representamos a cidade, associamos o animal à equipe”, afirma.

Piauí

O tradicional Piauí Esporte Clube, por sua vez, conta com cinco taças do Estadual em suas prateleiras, tendo conquistado a última em 1985. Atualmente, está na Série B do Campeonato Piauiense.

Enxuga-Rato, mascote do Piauí (Foto: Rafael Borges)

A história de seu peculiar apelido, “Enxuga-Rato”, nasce com o treinador Ênio Silva, comandante da equipe no final dos anos 60. Ao ver seus jogadores dominando os adversários, entoava à beira do gramado: “enxuga o rato, menino!”.

O cântico era inspirado em um baião, gênero de música e dança popular do Nordeste, composto por Luiz Moreno e gravado pelo grupo Abdias e sua Sanfona de 8 Baixos. Já o rato, embora representasse os rivais do PEC, acabou virando o mascote do clube de Teresina.

Calendário do Altos em 2022

Neste ano, o Altos tem um calendário cheio pela frente: disputará quatro competições, sendo uma estadual, uma regional e duas nacionais.

A equipe entrou em campo no último domingo (23), contra o Atlético de Alagoinhas-BA, pela 1ª rodada da Copa do Nordeste. Na sequência, encara o River-PI pela 3ª rodada do Campeonato Piauiense, nesta quarta-feira (26). E, por fim, volta a jogar pelo Nordestão diante do Sampaio Corrêa-MA, fora de casa, no próximo domingo (30).

Diante do cronograma apertado, a reportagem da Teresina FM procurou o treinador do clube, Evandro Guimarães, e o questionou sobre as medidas adotadas para preservar a parte física dos atletas e manter apresentações de alto nível.

Evandro Guimarães, treinador do Altos (Foto: Divulgação)

“Desde nossa chegada, nos preocupamos com o estado físico dos jogadores ao longo das competições. Pensando nisso, fizemos várias sessões de força, levamos à academia, realizamos trabalho integrado no campo de salto e velocidade; preparamos nossos atletas para não sofrerem tanto com o desgaste”, detalhou o técnico.

Incidente em Floriano

Enquanto na semifinal da Copinha entre Palmeiras e São Paulo, disputada na Arena Barueri no último sábado (22), torcedores do Tricolor paulista arremessaram uma faca no gramado, houve episódio semelhante no dia seguinte aqui no Piauí.

O confronto entre Cori-Sabbá e Fluminense-PI, válido pela 3ª rodada do Piauiense e sediado em Floriano, contou com torcedores atirando garrafas plásticas no campo do estádio Tibério Nunes.

Árbitro auxiliar recolhe garrafa arremessada por torcedores (Foto: Reprodução/Eleven Sports)

O incidente foi relatado pelo árbitro da partida, Antônio Dib, na súmula oficial do duelo enviada à Federação de Futebol do Piauí (FFP). No documento, o profissional alega que os objetos partiram do setor da arquibancada reservado à torcida do Cori.

No momento que os arremessos ocorreram, o presidente do clube mandante, Anderson Kamar, se dirigiu aos responsáveis pelo ato e os convidou a se retirarem do estádio, sendo aplaudido pelo restante do público.

Final da Copinha

Maior competição de base do mundo, a Copa São Paulo de Futebol Júnior chegou a sua grande decisão na manhã desta terça, disputada entre Palmeiras e Santos.

O Verdão goleou o arquirrival Peixe por 4 a 0, com gols de Endrick, Giovani e Gabriel Silva (duas vezes), e conquistou a Copinha pela primeira vez na história.

Palmeiras e Santos se enfrentam pela taça da Copinha (Foto: Divulgação/Santos F.C.)

Os palmeirenses alcançaram a final após deixar para trás, na fase de grupos, ASSU, Real Ariquemes e Água Santa; no mata-mata, superou Mauá, Atlético-GO, Internacional, Oeste e São Paulo.

Já os santistas bateram, na etapa inicial, Operário-PR, Rondoniense e Ferroviária; na fase eliminatória, derrotou Chapadinha, Ferroviária, Fluminense, Mirassol e América-MG.

Diferentemente das outras edições, o confronto decisivo da Copinha em 2022 ocorreu no Allianz Parque, estádio do próprio Palmeiras, uma vez que o Pacaembu, antiga casa da final, está sob reforma.

Confira o quadro completo no Jornal da Teresina 1ª Edição desta terça-feira (25):

Matérias relacionadas:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM